24 de dezembro de 2012

DESEJAMOS UM FELIZ E SANTO NATAL À TODOS!


NATAL



Mais uma vez o natal se aproxima. Natal, que significa o nascimento de Deus-menino, segundo a história cristã. Ao longo dos anos, os países católicos ao festejarem a data utilizam várias tradições natalinas como canções, a figura do Papai Noel, a ceia de Natal, a árvore de Natal e o presépio de Natal. O presépio é uma das representações mais singelas do nascimento de Jesus Cristo. Procura resgatar a importância e magnitude daquele momento ao mesmo que nos lembra a forma simples e humilde em que se deu o nascimento. A presença do menino Deus naquele estábulo, ao lado de seus pais, tendo por testemunhas os pastores e os animais e recebendo a visita dos Reis Magos guiados à gruta pela estrela de Belém, mostra a grandeza e a onipotência de Deus representada na fragilidade de uma criança.Esta representação foi criada por São Francisco de Assis em 1223 que, em companhia de Frei Leão e com a ajuda do senhor Giovanni Vellina, montou em uma gruta da floresta na região de Greccio, Itália, a encenação do nascimento de Jesus. Na época já havia 16 anos que a Igreja tinha proibido a realização de dramas litúrgicos nas Igrejas, mas São Francisco pediu a dispensa da proibição desejoso que estava de lembrar ao povo daquela região a natividade e o amor a Jesus Cristo. O povo foi convidado para a missa e ao chegarem à gruta encontraram a cena do nascimento vivenciada por pastores e animais. São Francisco morreu dois após mas os Frades Franciscanos continuaram a representação do presépio utilizando imagens. No Brasil, a cena do presépio foi apresentada pela primeira vez aos índios e colonos portugueses em 1552 por iniciativa do jesuíta José de Anchieta. A partir de 1986 São Francisco é considerado o patrono universal do presépio. 
"Fazer presépios é unir mundos". O mundo animal, os homens e o mundo mineral (pedras e presentes) se unem na contemplação do nascimento de Jesus. Os reis Magos em uma interpretação mais recentes são lembrados como um símbolo da união dos povos: Gaspar, o negro: Melchior, o branco e Baltazar, o asiático. As palavras de paz e serenidade de São Francisco trazem até nos o sentido verdadeiro do Natal: "Todos os homens nascem iguais, pela sua origem, seus direitos naturais e divinos e seu objetivo final".

Fonte: http://www.pbh.gov.br/smsa/biblioteca/saudedigital/dezembro2003/historiadopresepio.html

28 de outubro de 2012

Diocese celebra Dia Nacional da Juventude neste domingo

A diocese de Limeira celebra neste domingo, 28, o Dia Nacional da Juventude (DNJ), na cidade de Leme. O evento, que acontecerá na paróquia São Manoel, deve reunir jovens de todas as regiões da diocese, que este ano refletem o tema Juventude e Vida e o lema “Qual vida vale a pena ser vivida?

O DNJ na diocese de Limeira é organizado pelo Setor Juventude e pela Pastoral da Juventude da diocese de Limeira.


 Fonte: diocesedelimeira.org.br

26 de setembro de 2012

Monsenhor Vicente - Missionário dos surdos no Brasil

Dia do surdo, não podemos esquecer dos surdos que lutaram pelos seus direitos e dignidades. Por isso a Pequena Missão Para Surdos faz memória de exímio pastor dos surdos. Uma pessoa importantíssima que está entre a dádiva do céu.
Monsenhor Vicente : Missionário dos surdos no Brasil. Esteve com a Pequena Missão e diversos trabalhos, a ele nosso apreço e admiração,e a todos vocês surdos nossas mais simples orações.



26 DE SETEMBRO - DIA DO SURDO







10 de setembro de 2012

Dom Vilson celebra
 5º ano de Ordenação Episcopal




Sábado, 1º de setembro, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC, bispo diocesano de Limeira, completa cinco anos de sua ordenação episcopal. A data será comemorada com uma celebração eucarística, às 10h, na catedral Nossa Senhora das Dores, em Limeira.
Neste dia, a diocese de Limeira agradece a dom Vilson pelo esforço, dedicação e carinho com seu rebanho. Amigo e pai espiritual que conduz os passos de suas ovelhas em nossa diocese.
O clero diocesano, os seminaristas, religiosos(as), agentes de pastoral, movimento e serviços, funcionários da diocese e todo povo de Deus a Dom Vilson confiado, parabenizam seu bispo diocesano pelo 5º ano de Ordenação Episcopal, motivo de muita alegria a todos.

http://diocesedelimeira.org.br







 
   
 

23 de julho de 2012

A vida dos Santos nos passa várias lições de vida.....

Ontem após a missa o Seminarista Luis contou a vida de
 Santa Rita e São Francisco para o grupo 



Rita interpretando em  Libras - Língua Brasileira de Sinais


Seminarista Luis Casimiro com a Pastoral dos Surdos


Filme Santa Rita de Cássia


Filme São Francisco de Assis


1 de julho de 2012

Santa Terezinha


"Quando se quer atingir um fim, deve-se procurar os seus meios.
 Jesus me fez compreender que era pela cruz que Ele queria
 me dar almas e minha atração pelo sofrimento cresceu na medida em que o sofrimento aumentou".


10 de junho de 2012

Padre Arlindo Armando de Gaspari recebe homenagem na Câmara

 Na noite de segunda-feira (28/05), foi realizada na Câmara Municipal de Limeira a solenidade de entrega do Diploma Gratidão e Medalha do Mérito Cívico XV de Setembro – Ordem Tatuiby, ao padre Arlindo Armando de Gaspari.

A propositura é de autoria do vereador Paulo Hadich (PSB).
  
“O objetivo dessa homenagem é mostrar para as futuras gerações, que a postura do padre Arlindo é digna e deve ser seguida. Além disso, é uma forma de reconhecer todo o trabalho, que foi desenvolvido por ele”, declarou Paulo Hadich.
  
 “Ninguém faz nada sozinho e se hoje estou aqui recebendo essa homenagem é porque tive ajuda de toda a Paróquia Santa Terezinha. Os resultados que alcançamos na paróquia ao longo dos anos é fruto de muito trabalho”, afirmou o homenageado.

 “Estou feliz por poder laurear um líder como o padre Arlindo, que através de sua coordenação, vontade e postura conseguiu atingir vários objetivos coletivos”, disse o presidente em exercício da Câmara Municipal de Limeira, vereador Dr. Raul Nilsen Filho (PMDB).

 "Nossa Paróquia se sente honrada por essa homenagem e por isso agradecemos de coração a todos os vereadores", declarou o senhor José Geraldo Vieira Cardoso, um dos integrantes da Paróquia Santa Terezinha.








13 de maio de 2012

Pai Nosso em Libras - Pe Wilson Czaia



Paróquia São Francisco de Assis acolhe a formação de intérpretes da Escola Effata




A Paróquia São Francisco de Assis, a partir do mês de maio, tem a imensa alegria de abrir suas portas para acolher os tradutores e intérpretes (surdos e ouvintes) da Pastoral dos Surdos Regional Sul1, para a realização da 
Escola Effata: formação de intérpretes 2012.


A Escola Effata tem por finalidade fornecer ferramentas conceituais e práticas para a melhoria da qualidade da tradução e interpretação do português para a Libras e da Libras para o português nas celebrações litúrgicas, sobretudo nas Missas, otimizando e ampliando assim a acessibilidade de comunicação para as pessoas surdas dentro da Igreja Católica.
Importante é dizer que a Libras – Língua Brasileira de Sinais – é a língua oficial da comunidade surda brasileira, língua pela qual deve passar toda informação, educação e, sem dúvida, evangelização para as pessoas surdas.
A Pastoral dos Surdos, presente na Paróquia São Francisco de Assis e ligada a sua organização em todo o Brasil, é uma ação da Igreja Católica que tem como princípio e fundamentação o próprio projeto de vida da pessoa de Jesus Cristo, tendo por missão anunciar Jesus Cristo às comunidades de surdos, possibilitando a eles o seu protagonismo e liderança pela vivência da fé dentro da Igreja Católica, no comprometimento com diversos serviços e ministérios. Os agentes pastorais trilham o caminho do conhecimento, estudo e partilha da Libras, língua pela qual o surdo manifesta sua identidade e realiza seu diálogo com Deus e com os homens.
Em todo este processo pastoral, a atuação dos tradutores e intérpretes é de importância indispensável, pois são eles que se colocam a serviço de Deus para fazer chegar aos surdos, em língua de sinais, toda informação e anúncio elaborado primeiramente em português (Missas, batizados, casamentos, cursos de noivos etc).
A Escola Effata, uma das ações organizadas pela coordenação dos intérpretes da Pastoral dos Surdos Regional Sul 1 (Simone Nascimento, Janine Faria, Zuleika Amaral e Vilma de Jesus) quer promover a afirmação desta grande missão da Pastoral dos Surdos.
Registramos ainda que, além dos participantes de várias cidades do Estado de São Paulo (Araras, Atibaia, Bragança Paulista, Cachoeira Paulista, Campinas, Caraguatatuba, Carapicuíba, Guarujá, Guarulhos, Itapecirica da Serra, Itapetininga, Jacareí, Jundiaí, Limeira, Osasco, Praia Grande, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Paulo, São Vicente, Taboão da Serra, Tatuí), a Escola Effata 2012 acolhe ainda surdos e ouvintes de outros estados, como a Pastoral dos Surdos de Curitiba-PR.
Rezemos para que todo o trabalho construído nesta formação nos ajude a reconhecer sempre o rosto de Cristo em cada um de nossos irmãos e irmãs Surdos.

Igreja se empenha na integração de deficientes visuais


Segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2000, cerca de 16,6 milhões de brasileiros têm algum grau de deficiência visual e quase 100 mil se declararam cegos.


Diante dessa realidade, a Igreja Católica tem se mostrado próxima a essas pessoas promovendo sua inclusão nas comunidades e desenvolvendo projetos para a melhora na qualidade de vida delas.

O Instituto Padre Chico, por exemplo, acompanha crianças de seis meses até nove anos. Além do ensino do método braile, as crianças têm toda formação geral dos primeiros anos escolares. Existem ainda programas de integração e mobilidade visando a independência do deficiente visual e orientação profissional que explora as aptidões de cada pessoa.
No campo da evangelização há uma Catequese para as crianças católicas, mas que também é aberta a todos, explica o bispo de Limeira e Referencial da Catequese no Regional Sul 1 da CNBB (São Paulo), dom Vilson Dias de Oliveira.
A Igreja busca oferecer uma catequese apropriada em seu conteúdo e recursos, sem reduzi-la ou simplificá-la. Procuramos fazer essa integração do deficiente visual nas comunidades para que ele seja membro participante e atuante, dando seu contributo para sua comunidade de fé.
Dom Vilson está representou o Brasil no Congresso Internacional de estudo sobre o Deficiente Visual, intitulado “Rabbúni! Que eu possa ver novamente” (Mc 10, 51), promovido pelo Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes de Saúde, que aconteceu na sexta e sábado, dias 4 e 5 de maio, em Roma. Sua explanação foi realizada no sábado, 5 de maio, sobre empenho eclesial a serviço dos deficientes visuais.
A palestra teve o objetivo de chamar a atenção para o acompanhamento dos deficientes, ao mesmo tempo a nossa responsabilidade para a garantia de seus direitos, estando do lado deles, formando essa pessoa para a vida futura. Queremos garantir condições de vida e saúde, a efetivação das leis e o acesso às escolas. Destacamos a importância da família na vida dos deficientes visuais, o papel das organizações não governamentais e a responsabilidade de toda a sociedade.
Materiais para deficientes visuais
A Bíblia em braile é um grande volume que chega a um metro de altura se empilhada, mas os deficientes visuais podem ter acesso a esses textos e aos materiais catequéticos fazendo a solicitação à CNBB pelo e-mail: catequese@cnbb.org.br .
Dom Vilson pede que as comunidades locais estejam abertas para o acolhimento dos deficientes visuais a fim de que eles se sintam parte integrante da Igreja. Para isso, são necessários mais voluntários envolvidos neste trabalho.

7 de abril de 2012

Ressuscitou de verdade!




Celebrar a Páscoa é chegar ao encontro
com Cristo vivo
  


Uma antiga e sempre atual saudação para o Tempo Pascal resume em poucas palavras a fé dos cristãos: “Cristo ressuscitou”! A resposta confirma a convicção: “Ressuscitou de verdade”! Pode ser retomada na Liturgia e repetida nos cumprimentos entre as pessoas e, mais ainda, pode ser roteiro de vida! É o nosso modo de desejar uma Santa Páscoa a todos, augurando vida nova e testemunho vivo do Ressuscitado, com todas as consequências para a vida pessoal e para a sociedade.

Celebrar a Páscoa é penetrar no mistério de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nestes dias de Semana Santa salta à vista Seu modo tão divino e humano de viver a entrega definitiva. “Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que tinha chegado a sua hora, hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13, 1). É a entrega livre daquele de quem ninguém tira a vida, mas se faz dom de salvação.

Jesus Cristo, que é verdadeiro Deus, oferece o testemunho de inigualável maturidade, na qual se encontra a referência para todos os seres humanos. “Os guardas voltaram aos sumos sacerdotes e aos fariseus, que lhes perguntaram: Por que não o trouxestes? Responderam: Ninguém jamais falou como este homem” (Jo 7, 45-46). Encontrá-Lo é descobrir o caminho da realização pessoal. Mas seria pouco considerá-Lo apenas exemplo a ser seguido. “De fato, Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3, 16). O homem verdadeiro é Senhor e Salvador. N'Ele estão nossas esperanças e a certeza da ressurreição. Mais do que Mestre ou sábio de renome, n'Ele está a salvação.

Seus apóstolos e discípulos, antes temerosos diante das perseguições, tendo recebido o Espírito Santo, sopro divino do Ressuscitado sobre a comunidade dos fiéis, tornaram-se ardorosos anunciadores de Sua ressurreição e de Seu nome. Basta hoje o anúncio de Cristo: “Que todo o povo de Israel reconheça com plena certeza: Deus constituiu Senhor e Cristo a este Jesus que vós crucificastes. “Quando ouviram isso, ficaram com o coração compungido e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: Irmãos, que devemos fazer? Pedro respondeu: “Convertei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos vossos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo. Pois a promessa é para vós e vossos filhos, e para todos aqueles que estão longe, todos aqueles que o Senhor, nosso Deus, chamar” (At 2, 36-39).

Cristo morreu, Cristo ressuscitou, Cristo há de voltar! O que parece simplório é suficiente, pois daí nascem todas as consequências: vida nova, alegria perene, capacidade para se levantar das próprias crises e pecados, amor ao próximo, vida de comunidade, testemunho corajoso da verdade, vida nova na família cristã, compromisso social, serviço da caridade! Tudo isso? Sim, na Páscoa de Jesus Cristo está o centro da fé cristã e a fonte de vitalidade, da qual gerações e gerações de cristãos beberam como de uma fonte verdadeiramente inesgotável.

Celebrar a Páscoa é ir além da recordação dos fatos históricos, para chegar ao encontro com Cristo vivo. Nós cristãos O reconhecemos hoje presente, fazendo arder os corações, vamos ao Seu encontro nos irmãos, especialmente na partilha com os mais pobres, acolhemos Sua palavra viva, lida da Sagrada Escritura e proclamada na liturgia, sabemos que Ele permanece conosco se nos amamos uns aos outros e está vivo na Igreja, quando se expressam os sucessores dos Apóstolos e O buscamos na maior exuberância de Sua presença, que é a Eucaristia. Este é nosso documento de identidade!

Com o necessário respeito à liberdade de todas as pessoas, queremos hoje dizer a todos os homens e mulheres, em todas as condições em que se encontram, que as portas estão abertas, mais ainda: escancaradas. Se quiserem, aqui está o convite para a maior de todas as comemorações: “Celebremos a festa, não com o velho fermento nem com o fermento da maldade ou da iniquidade, mas com os pães ázimos da sinceridade e da verdade!” (I Cor 5, 8). É Páscoa do Senhor! Feliz, verdadeira e santa Páscoa da Ressurreição!
  
Dom Alberto Taveira foi Reitor do Seminário Provincial Coração Eucarístico de Jesus em Belo Horizonte. Na Arquidiocese de Belo Horizonte foi ainda vigário Episcopal para a Pastoral e Professor de Liturgia na PUC-MG. Em Brasília, assumiu a coordenação do Vicariato Sul da Arquidiocese, além das diversas atividades de Bispo Auxiliar, entre outras. No dia 30 de dezembro de 2009, foi nomeado Arcebispo da Arquidiocese de Belém – PA.

Fonte : http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=12312